top of page

Eventos em Torno das Taças 🤝 - O Papel Político do Vinho


Como classificar este post? “Os livros”…, “Histórias..”, “Curiosidades..” “..em Torno das Taças”? Olhando melhor o tema preferi escolher “Eventos” por se tratar de uma relação entre vinhos e os presidentes americanos.


Até ver o livro "Wine and the White House: A History" de Frederick J. Ryan Jr., eu não tinha muito conhecimento sobre a seleção dos vinhos pelos presidentes e seus impactos nos rótulos e vinícolas.


Richard Nixon, que renunciou, foi quem colocou o Napa Valley no mapa. Ele serviu um Schramsberg Blanc de Blancs de 1969 ao premier chinês Zhou Enlai em 1972 em um brinde ao avanço nas relações sino-americanas.


Em 2018 Trump deu as boas-vindas ao presidente francês Emmanuel Macron com a Schramsberg Crémant Demi-Sec 2014.


Os vinhos da Califórnia foram a escolha de muitos presidentes nas últimas décadas, e certos nomes apareceram repetidamente: Robert Mondavi, Wente Vineyards e Beaulieu Vineyard.


Em 1974, o presidente Gerald Ford assumiu o compromisso de servir apenas vinhos nacionais na Casa Branca com a escolha histórica de servir um vinho de Michigan, seu estado natal.


Os vinhos americanos haviam sido servidos em administrações anteriores, mas eram pouco considerados pelo resto do mundo. Eles "ainda eram considerados uma novidade e mal vistos por muitos críticos de vinho".


Já com Reagan o serviço de vinhos na Casa Branca atingiu um nível de interesse incomparável desde a época de Thomas Jefferson, tendo sido Reagan um grande promotor do vinho da Califórnia, incluindo algumas variedades de uva aparentemente inesperadas.


O vinho foi usado até mesmo como uma arma política: um cartoon político retratando o presidente Martin Van Buren segurando uma taça de champanhe - um sinal de seu esnobismo e desconexão do americano comum - ajudou a afundar sua candidatura à reeleição.


O presidente Carter, por sua vez, rejeitou os cuvées franceses em favor dos vinhos espumantes dos EUA.


Certamente a escolha de um vinho é uma questão de diplomacia, mas os vinhos da Casa Branca não são apenas reflexo dos gostos dos presidentes, e sim uma forma de demonstrar suas conexões internas e externas.🍷🍇🥂🍾

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page