top of page

Histórias em Torno das Taças 📄- “Duda Lima, da virada de mesa para o vinho”


Aqui a parte final da nossa conversa com a empreendedora e encantadora Duda.


Ideias, ideias, ideias… Duda saiu do mercado corporativo e, algum tempo depois, assumiu a paixão pelos vinhos passando pro outro lado do balcão! Optou por uma loja de vinhos por ser possível atuar na área mesmo sem experiência e qualificação oficiais – claro que a educação em vinhos está nos planos da Duda e, não fosse a atual pandemia, ela já estaria nas salas de aula. 🤗


Como também não conhecia quase nada sobre o processo de importação, entrar numa rede de franquias lhe pareceu um caminho mais seguro diante da decisão de empreender, já “ousada” para os seus padrões. Ela então assumiu a @vinhoeponto_moemapassaros 🍾


Aqui faço uma pausa para falar da loja, para mim uma das mais charmosas da rede e de toda Moema, onde já nos reunimos para degustações e jantares harmonizados, e durante a pandemia, quando permitido, vou lá para ficar no terrasse tomando um vinho e claro, comprar alguns. 🤗


Duda diz que sua “litragem” tem aumentado consideravelmente, agora respaldada pela profissão. Ela conta que ainda está desenvolvendo suas habilidades comerciais, e bastante otimista com o crescimento real do consumo de vinhos no Brasil: “apesar de ter se intensificado com a pandemia, acredito que seja um crescimento sustentável, também na comercialização de vinhos brasileiros”


Como a Duda disse, virar a mesa, começar do zero, trocar o “certo” pelo duvidoso ou deixar as regalias das “algemas de ouro” pra trás, não é tão simples e fácil: requer coragem. Por outro lado, mudar ao invés de apenas imaginar que poderia ser diferente é um grande privilégio que nos deixa livres do medo de nunca ter tentado.


O que ela pode dizer até agora é que quando a mudança é da água para o vinho, literalmente, o charme envolvente e inebriante da bebida tende a amenizar as dificuldades quando as condições de temperatura e pressão não são lá tão favoráveis. Afinal, até os terroirs mais pobres e pedregosos produzem frutos excepcionais!


Que história linda, Duda! Parabéns por compartilhá-la conosco! Obrigado pelo tempo e cada vez mais sucesso!

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page