top of page

Notícias em Torno das Taças 📄 - Do Tsunami ao Brasil / Do Banco a Importação


O banqueiro de família tradicional que por causa de um Tsunami importa vinhos no Brasil - Os créditos são de Daniel Salles e do jornal Valor Econômico, e a matéria de 31/01/2020 é tão interessante que a resumimos aqui. Faltando poucos dias para o fim de 2004, o empresário Philippe de Nicolay Rothschild foi dado como morto durante o Tsunami que atingiu a Tailândia. Quem conhece sobre vinho sabe de qual família estamos falando e sua relação histórica com os vinhos! O fato é que o empresário não morreu, nem sua família. Pelo contrário ele liderou o resgate dos hóspedes do Club Med onde estava hospedado sendo condecorado, em 2006, como cavaleiro da Legião de Honra pelo governo Francês. Já o Club Med o presentou com uma viagem com a família, tendo ele escolhido como destino, Trancoso na Bahia. Voltando a Paris, ainda como presidente do banco privado dos Rothschilds, mas cansado da rotina, avisou a seu irmão mais velho que estava saindo do banco e indo para o Brasi. Apesar de completar 10 anos aqui, ele conhece o Brasil desde os anos 80, quando comprava minério de ferro em Salvador. Seu plano inicial em sua volta definitiva ao Brasil era montar um banco privado mas a grande quantidade de instituições do tipo no país o fez mudar de idéia. Decidiu então virar importador de vinhos quando fazia a mudança de sua indescritível adega particular para o Brasil. Assim fundou em 2013, a importadora de vinhos PNR, suas iniciais, vendendo os mesmos rótulos que já existiam no Brasil por um valor até 40% menor. Criou um clube de vinhos, hoje, Edega, e a Monvin que vende para restaurantes e similares. Só vinhos degustados e aprovados por ele fazem parte do portfólio, de quase 350 rótulos, com foco nos vinhos da família, como o Carruades de Lafite 2013, R$ 2.475, e o Corbières 2012, do Château d’Aussières, R$ 215, e de outras 20 vinícolas. Sobre as vinícolas brasileiras ele disse ao Daniel que já provou alguns interessantes, que os vinhos estão melhorando muito, mas as vinícolas brasileiras são muito novas. Complementa dizendo que o tempo tem que fazer o seu trabalho. Obrigado ao Daniel e ao Valor. Todo o conteúdo do #boastaças 🍷🥂 em www.boastacas.com.br

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page