top of page

Viagem a Mendoza - Avaliações Finais

Aqui as avaliações finais das visitas que fizemos as quais deixamos como dicas aos que planejam ir a Mendoza. As avaliações foram feitas durante o jantar no Restaurante Josefina acompanhados de um DV Catena e um Angelica Zapata na noite da quinta-feira 02/05, após o último dia de visita às vinícolas. Convidei 5 dos amigos que viajaram comigo a avaliar as visitas, instalações, as degustações e os almoços atribuindo notas de 1 a 5, sendo que 1 equivale a “não vale a pena ir”, 2 a “se tiver algo melhor para fazer melhor não ir”, 3 para “bom”, 4 para “excelente” e 5 para “espetacular”. Os resultados estão na tabela abaixo. Olhando-se a média temos da mais interessante para a menos interessante vinícola: El Enemigo, Domaine Busquet, Chandon, Belasco de Baquedano, Salentein, Carmelo Patti e Terazzas de Los Andes, La Azul, Luigi Bosca, Zuccardi e Rutini. As avaliações dos almoços foram muito próximas, sendo que os melhores foram na El Enemigo e Domaine Busquet, seguidos da Terrazas de Los Andes e Belasco de Baquedano. Algumas dicas nossas: não deixem de visitar Carmelo Pati - é uma experiência única, ele, juntamente com os colaboradores da Chandon e da El Enemigo, que nos receberam, respiram emoção ao falar das suas vinícolas e amam o que fazem; caso o Carmelo e Alejandro Vigil (El Enemigo) estejam nas vinícolas, não esqueçam de pedir que assinem as garrafas; almocem na parte externa do restaurante da El Enemigo; procurem reservar mesas próximas às janelas nos almoços nas outras vinícolas; não façam 3 vinícolas por dia - recomendamos uma pela manhã e um longo e tranquilo almoço, que pode chegar a tomar toda a tarde. Se quiserem ir à uma terceira reservem só a degustação, sem visita, pois vale a pena. Aproveitem Mendoza e Boas Taças!





21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page