top of page

Viagem a Mendoza - Sobre a capital da província

Mendoza foi fundada em março de 1561 com o objetivo de se estabelecer uma ligação ao Oceano Pacifico, e logo se tornou a capital da província. Na região, já havia uma povoação e era habitada pelos índios Huarpes, de natureza pacífica, que tinham absorvido cultura e conhecimentos dos Incas. Os Huarpes haviam construído quilômetros de canais de irrigação, a partir de um rio formado por águas de degelo dos Andes. A região era um oásis na imensidão do deserto. A cidade foi sendo construída acompanhando o traçado dos canais de irrigação, dos Huarpes. As primeiras mudas de videira vieram do Chile com os missionários jesuítas no século 17, porém foi com a chegada dos imigrantes espanhóis, italianos e franceses que ela tomou notoriedade. Com 1.200 vinícolas – caseiras ou pertencentes a multinacionais – e cenário da montanha mais alta do continente, a cidade reúne em um mesmo destino vinho e neve. Autointitulada Terra do Sol e do Bom Vinho, a região é o centro viticultor mais importante da América do Sul. Graças à combinação de clima seco e excelente qualidade do solo é que castas de uvas como Malbec tornaram os produtos locais tão apreciados mundo afora. Outro símbolo de Mendoza é o Cerro Aconcágua, a maior montanha do planeta fora da Ásia, cujos títulos como Sentinela de Pedra e Teto das Américas fazem jus aos seus imponentes 6.962 metros de altura. Boas Taças!




Boas Taças; Mendoza; Argentina
Boas Taças - Mendoza

6 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page