top of page

Vinho Chinês (Parte 4)


Em 2016, o jornal O GLOBO ilustrou bem o apetite dos chineses pela França: o bilionário chinês Jack Ma, fundador do portal de comércio eletrônico Alibaba, comprou duas vinícolas na tradicional região de Bordeaux por cerca de € 12 milhões. As propriedades Chateau Guerry e Chateau Perenne datam do século XVIII e eram do magnata dos vinhos Bernard Magrez. Em fevereiro do mesmo ano, Ma já tinha comprado o Chateau de Sours, também na região de Bordeaux. O Chateau Perenne tem mais de 64 hectares e produz cerca de 500 mil garrafas de vinho tinto e branco por ano. Já o Chateau Guerry é a mais antiga propriedade da área de Cotes de Bourg, com produção de 84 mil garrafas de vinho tinto por ano em 20 hectares.

🍷🥂🍷🥂🍷🥂🍷🥂🍷🥂🍷🥂🍷🥂

Os franceses dizem que a estratégia deles é vender as vinícolas que produzem vinhos medianos para se manter nos de mais alto nível, mas em 2012 um milionário chinês comprou uma prestigiosa vinícola de Gevrey-Chambertin, em Bourgogne, de onde vêm alguns dos vinhos mais caros do mundo. Para o #boastaças 🍷🥂 os chineses estão agindo com a vitivinicultura como agem nas outras industrias, então, muito em breve estaremos degustando vinhos chineses com naturalidade. Amanhã tem mais...

6 visualizações0 comentário

Hozzászólások


bottom of page