top of page

Viagem a Mendoza - Belasco de Baquedano, Bodega Septima e a uma olivicola.

Atualizado: 27 de jun. de 2019

O dia 29 de abril foi um dia de experiências mais que interessantes ao visitarmos Belasco de Baquedano, Bodega Septima e uma olivicola. Almoçamos em Belasco de Baquedano, vinícola que é fruto do sonho da família Belasco de expandir sua presença no mundo do vinho que os levou em 2003 a Mendoza, adquirindo vinhedos com videiras de até 100 anos no departamento de Luján de Cuyo. A vinícola foi construída no coração de uma antiga vinícola Malbec, e tem arquitetura moderna estando equipada com a mais recente tecnologia para produzir vinhos de alta qualidade. O ponto alto da vinícola é uma sala única com diferentes aromas capturados em recipientes cilíndricos transparentes em que os aromas primários, secundários e terciários comumente encontrados em vinhos são descobertos. Observem nas fotos que os aromas são artificiais e colocados em um recipiente plástico. Um bom exercício para aqueles que querem aprender a identificar a diferença entre o cheiro de uma cereja e uma morango, ou entre chocolate e café, treinando o nariz e palato durante uma degustação de vinhos na sala exclusiva desta adega espanhola. Com exceção do Torrontés usado para produzir o Rosa de Argentina Torrontés, a vinícola só usa o Malbec com diferentes tipos de carvalho e processos diferenciados para produzir 6 vinhos, de Rosé, Espumante, três tintos até o de alta gama Antracita.O seu restaurante oferece uma vista magnífica sobre as vinhas, onde pode saborear todos os estilos de Malbec, vermelho, rosa e Antracite, seu famoso vinho de sobremesa, emparelhado com pratos elaborados. A Septima é de uma das famílias com a mais antiga tradição vinícola da Espanha Raventós Codorníu, dedicada à vitivinicultura desde 1551 que em busca de expansão procurou expandir-se para os grandes terroirs do Novo Mundo, chegando em 1991 em Napa Valley e em 1999 escolheu Agrelo, Luján de Cuyo, em Mendoza, Argentina. Produzindo 28 vinhos em 8 linhas diferentes: Septima, Septima Obra, Confiado, Septima Tierra, Septima Gran Reserva, Septima Lote Especial, Septima 10 barricas Gran Reserva, Septima Gran Malbec, em uma viagem que começa nos jovens, passando por barris de diferentes usos, terminando no vinho icônico da casa feito com o melhor lote da Finca Emblema, uvas que englobam a identidade e caráter da Agrelo Malbe exigindo pelo menos cinco anos de trabalho, pois é composto por mais de sete estilos de microvinificação e cultivado mais de dois anos em barricas novas de carvalho. Utilizando Malbec, Cabernet Sauvignon, Tannat, Pinnot Noir, Pinnot Noir Blanco, Cabernet Franc, Chardonnay, Sauvignon Blanc e Gewürztraminer, os vinhos tem variedade e qualidade excelentes. No final do dia, a visita foi na Olivicola Pasrai fundada em 1920 por Don Marcos Muravnik que vindo da Europa se estabeleceu na província de Mendoza, trazendo toda a experiência do velho continente. Ele começou a fazer frutas desidratadas e azeite extra-virgem. Os segredos da obtenção artesanal, passados de geração em forjaram uma sólida experiência na atividade por cinco gerações. A nova empresa que hoje se chama Pasrai nasceu com a incorporação do Sr. Horacio Ilardo, e, continuando com a tradição da família Muravnik; dão um salto tecnológico, levando qualidades artesanais a nível industrial para produzir azeites de Oliva Extra-virgem, inclusive saborizados,uvas passas escuras e claras, tomates desidratados, pastas de azeitonas, grão-de-bico, tomate seco, entre outras, bem como uma linha spa com cremes diversos. Boas Taças! 🍷🥂




20 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page